Estratégias essenciais para a sua empresa

Seja em tempos de crise como agora em 2020 ou não, você não gostaria de poder planejar o futuro da sua empresa com estabilidade e crescimento? Com o auxílio da ciência de dados, é possível escolher as melhores estratégias, como a NBO ou a análise de churn, para garantir a evolução da sua empresa nos momentos que virão. Mas o que são esses termos? O que é NBO? O que é churn?

NBO: a oferta irresistível

A sigla NBO, introduzida pela Harvard Business Review, vem de Next Best Offer, ou seja, “a melhor próxima oferta”. Embora o termo não seja o dos mais claros ou simpáticos quando traduzidos ao pé da letra, a ideia do conceito é criar uma oferta customizada para o cliente que seja a melhor possível e cuja compra leve pouco tempo para se concretizar. Como?

A criação de uma NBO ocorre a partir do entendimento de alguns itens:

  • objetivos da organização (e. g. aumentar vendas ou fidelizar clientes);
  • atributos e comportamento do consumidor (e. g. perfil demográfico ou histórico de consumo);
  • contexto de compra (e. g. loja física ou online);
  • características do produto ou serviço (e. g. tipo de crédito imobiliário ou estilo de roupa).

Uma vez que esse conhecimento é claro, é possível encontrar o processo de como a NBO será realizada, seja no oferecimento de cupons de desconto, ou na elaboração de anúncios estratégicos, ou no reforço de relacionamento entre empresa e cliente através das redes sociais.

Para simplificar, é necessário que a empresa fundamentalmente:

  1. compreenda seus objetivos;
  2. reúna dados sobre seus clientes;
  3. analise as informações coletadas e execute a ideia;
  4. aprenda com a ação e a aprimore.

Apesar de parecer simples, a NBO é trabalhosa. Ainda assim, seus esforços são recompensados, pois as ofertas passam a ser certeiras, logo, o sucesso das vendas aumenta exponencialmente. O lado bom é que, com o avanço da tecnologia, a coleta e a análise de dados, assim como a aprimoração do projeto, se tornaram muito mais fáceis. Plataformas como o Power BI permitem que tudo isso seja feito de maneira ágil e de fácil entendimento, sem precisar de uma força tarefa em peso para recolher as informações e entendê-las.

Churn: para conquistar seus clientes e, principalmente, mantê-los

O nome do termo pode ser estranho, porém “churn” é a porcentagem de clientes perdidos em um determinado tempo. A métrica é essencial para a empresa, porque atrair um cliente novo já é uma tarefa difícil e garantir que ele permaneça um cliente da organização é outra missão. Mas uma vez que você consegue calcular o seu churn, como diminuí-lo?

Primeiro, é importante identificar as causas do churn. Pode ser que o produto perdeu a qualidade e ficou ultrapassado ou as prioridades do cliente mudaram ou mesmo que o cliente não viu o valor no produto. A satisfação do cliente é a única chave para que ninguém cancele seu serviço ou para que continue comprando seu produto e você apenas saberá se seu cliente está satisfeito se o acompanhar de perto.

Estratégias baseadas no churn

Certo, entender os porquês do churn é essencial, mas isso ocorre depois de que os clientes já foram embora, sendo assim, você precisa antecipar o cancelamento. Isso só é possível se você já tem o comportamento de seus clientes mapeado, pois é nele você se baseará para prever as atitudes do cliente e, assim, conseguirá evitar o aumento do seu churn. Não só, com essa postura, é possível corrigir a defasagem.

Talvez, se você der um passo adiante, a questão não esteja apenas em manter o seu churn baixo. Talvez, você pode realizar o upsell, ou seja, oferecer um produto melhor e de maior valor para o seu cliente. Desse modo, o cliente não só ficará mais satisfeito, como a sua rentabilidade aumentará, em um tipo de transição win-win, em que ambos os lados saem ganhando.

Portanto, para medir o seu churn de fato, é necessário muito mais do que colocar dados numa equação. É fundamental que você meça a sua receita de upsell, ouça e compreenda seus clientes e, claro, utilize ferramentas de análise. Essas ferramentas, conforme já foi mencionado, estão ainda melhores com o passar dos anos. Elas se tornaram melhores e mais acessíveis. A ciência de dados é peça chave tanto para reduzir a taxa de cancelamento quanto criar uma NBO.

Ciência de dados: o passo além do seu negócio

A ciência de dados tem tantas utilidades e é tão potente, pois com base em informações passadas, ela é capaz de analisar e realizar projeções sobre inúmeros fatores, seja mudanças no perfil do consumidor ou quais clientes deixarão de te pagar.

As ferramentas desse tipo de tecnologia permitem que os dados a serem coletados sejam altamente customizáveis e se adequem a sua necessidade. Isso favorece a análise a ser feita, que será específica para o seu negócio. Ademais, a informações são sintetizadas de maneira simples e intuitiva, o que facilita a obtenção de insights valiosos e que podem diminuir o seu churn, favorecer a NBO perfeita, aperfeiçoar sua produção, otimizar seu tempo de vendas… As possibilidades são infinitas!

Para garantir sua estabilidade e seu crescimento nos anos a seguir, tudo o que você precisa fazer é entrar em contato com a Niteo. Há 15 anos, oferecemos Tecnologias e Serviços em Data & Analytics para elevar a eficiência das empresas. Nós nos comprometemos em entregar valor de negócio direto para o nosso cliente a cada ação que fazemos. É por isso que já atendemos mais de 250 empresas e já prestamos mais de 1 milhão de horas de serviços. Vamos começar o seu projeto?

DIGITAL HOUSE. Exemplos reais de como Data Science ajuda a resolver problemas Disponível em: < https://www.digitalhouse.com/br/blog/exemplos-reais-do-uso-de-data-science?utm_source=linkedin&utm_medium=paidsocial&utm_campaign=trafego&utm_term=cluster-dados&utm_content=cluster-dados-blog-notablog-imagem-awareness-interesses-dados-none-none-all-imagemolho-1062020-textodatascience-filtrobyn-all-all-sp-lkdsponsored>

IGNACZUK, Carolina. Churn: o que é, como calcular e 8 estratégias para reduzi-lo Disponível em: < https://conteudo.movidesk.com/o-que-e-churn-por-que-ele-e-importante/>

SILVA, Eduardo. Next best offer – A próxima melhor oferta Disponível em: < https://www.ideiademarketing.com.br/2014/06/27/next-best-offer-a-proxima-melhor-oferta/>

Post anterior
[Webinar] Como promover um BI menos dependente da equipe de TI
Próximo post
[Webinar] Atualizações do Power BI | junho a agosto de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu