Azure

A quarentena e o home office: como a nuvem facilita que isso aconteça

Já sentíamos e comentávamos o impacto da tecnologia em nosso cotidiano há anos, em especial após a revolução dos smartphones, porém a quarentena levou essa percepção a um novo patamar. Pois é a tecnologia que permite que o confinamento seja mais agradável – com o acesso a plataformas de streaming e lives através de redes sociais – e viabiliza o home office. Para empresas, nunca foi tão necessário aplicar conceitos do Modern Workplace para serem capazes de continuarem a produzir bem. E esse movimento exige uma determinada estrutura tecnológica com diferentes aspectos, dos quais podemos destacar a nuvem. Por que a nuvem?

As vantagens da nuvem

A verdade é que usamos a nuvem todos os dias, mesmo sem sequer nos darmos conta que estamos a usando. Esse é um termo que é falado em conversas, mas que muitos não sabem o fundamental sobre ele, portanto começaremos fazendo alguns esclarecimentos básicos para podermos avançar no tópico: o que é a nuvem?

A nuvem é uma “forma de armazenamento terceirizada”, por assim dizer. Se os seus dados estão “na nuvem”, na verdade, significa que eles estão armazenados em servidores de determinada companhia – como a Microsoft ou a Google. Esses servidores estão espalhados em diferentes locais ao redor do mundo e, caso ocorra um acidente com um deles, seus dados permanecerão a salvo, porque estão guardados em mais de um servidor, o que significa dizer que o armazenamento em nuvem é mais seguro. A segurança é garantida pelas companhias também na “perspectiva digital”, com sistemas contra hackers.

Não só os riscos e as consequências de imprevistos são anulados, também há uma grande economia financeira, principalmente para empresas, tendo em vista que não há necessidade de alocação espacial para os servidores.

E, embora essas sejam vantagens significativas na ponderação servidores em nuvem vs. servidores físicos, a maior vantagem da nuvem em tempos de quarentena é a acessibilidade dos dados armazenados, uma vez que é possível que um funcionário em casa consiga acessar os arquivos da empresa e utilizar ferramentas específicas que a organização tenha.

Modern Workplace – o ambiente de trabalho moderno

A ideia de “Modern Workplace” foi introduzida pela Microsoft para descrever as mudanças no ambiente de trabalho que estão sendo feitas pelos principais líderes empresariais para que suas organizações se adequem ao ambiente de negócios e tecnologia no qual estamos inseridos atualmente.

Um dos tópicos do movimento é a produtividade em conjunto, a compreensão de que uma empresa necessita de suas equipes integradas e que isso só é possível através de uma boa comunicação. Essa comunicação pode ser viabilizada através de apps. Estes, por sua vez, podem otimizar a comunicação com, por exemplo, o rápido e fácil compartilhamento de arquivos. No Microsoft Teams, os arquivos podem ficar armazenados no chat da equipe para o melhor acesso dos membros e isso ocorre através da nuvem, garantindo que estão seguros e disponíveis a todo instante, em qualquer aparelho que o usuário esteja utilizando.

Outro tópico, é a questão da flexibilidade no trabalho, que engloba diferentes questões em si mesma, como: o TimeShift (possibilidade de mudar seus horários comerciais); a variedade quanto ao local de trabalho; a redução no horário comercial; e o trabalho remoto (independência de onde trabalhar). A flexibilidade consiste em uma melhora na qualidade de vida do funcionário e estudos mostram que, quando um funcionário tem acesso a esses benefícios, sua produtividade aumenta em 13%.

Porém, vamos focar principalmente na questão do trabalho remoto por ora, visando que a pandemia do COVID-19 deu o empurrão que faltava para que empresas avançassem quanto a aceitação do home office, que, pela falta de micro-supervisionamento nesse formato, não era bem qualificado. Hoje, essa forma é imprescindível.

A nuvem e o home office

Conforme o caso do Microsoft Teams, é possível observar que os dados em nuvem trouxeram melhorias para o trabalho remoto, pois o ativo intelectual está disponível a todo instante e em qualquer lugar. E esse princípio pode ser aplicado na realização das mais diferentes atividades, seja através do uso de aplicativos do Office 365 ou do G Suite ou de ferramentas da própria empresa, caso ela tenha seus servidores migrados para a nuvem.

Outros benefícios do home office é que a configuração permite:

  • padronização de processos;
  • integração entre sistemas internos;
  • melhor conexão com os clientes;
  • automação de rotinas;
  • melhor organização da equipe com o acesso controlado dos usuários.

Devido ao coronavírus, a Microsoft anunciou que, em questão de semanas, o uso do bate-papo no Microsoft Teams aumentou em 50% e as reuniões em vídeo e áudio aumentaram 37%. Além disso, a base de usuários do Skype cresceu em 70%, totalizando 40 milhões de contas.

A Niteo pode te ajudar

A Niteo oferece Tecnologias e Serviços em Data & Analytics, tem 15 anos de mercado e já atendeu mais de 250 empresas. Também possui expertize em Modern Workplace e pode implementar ferramentas em nuvem na sua empresa, como o Microsoft Azure, o Office 365 e o Power BI, além do Google G Suite. Assim, em quarentena ou não, sua empresa pode manter e até otimizar sua produtividade através do home office, se beneficiando da tecnologia em nuvem.

Referências bibliográficas:

Microsoft – Modern Workplace. Disponível em: https://www.microsoft.com/pt-br/microsoft-365/modern-workplace?activetab=tab:multifeaturecarouselregion6

Microsoft – Reimaginar o local de trabalho em qualquer lugar. Disponível em: https://info.microsoft.com/ww-thankyou-reimagining-the-anywhere-workplace-video.html?LCID=PT-BR

ContaAzul – Home office e contabilidade na nuvem: a fórmula contra o coronavírus nas empresas. Disponível em: https://contadores.contaazul.com/blog/home-office-contabilidade-nuvem-coronavirus

ComputerWorld – Após crescimento de seus serviços, Microsoft lança novo pacote 365. Disponível em: https://computerworld.com.br/2020/04/06/apos-crescimento-de-seus-servicos-microsoft-lanca-novo-pacote-365/

Post anterior
[Webinar] A tendência permanente do home office e a importância da computação em nuvem
Próximo post
[Webinar] Governança de Dados no Power BI: impossível?

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu