Veja 2 cenários de migração automática de dados do Oracle para SQL

Você pode migrar de 95% a 99% dos dados do seu banco Oracle para o SQL Server automaticamente e sem custo de licenciamento usando a ferramenta SSMA (SQL Server Migration Assistant) da Microsoft.

Licenças gratuitas para clientes Oracle* foi o tema do nosso post de março, no qual falamos sobre a oferta da Microsoft para clientes que quiserem migrar seus bancos de dados Oracle para o SQL Server e receber gratuitamente as licenças do software.

Aqui, mostraremos dois cenários de migração de Oracle para SQL utilizando uma aplicação gratuita da Microsoft que automatiza o processo do backend de dados.

A partir da observação desses cenários você pode, de forma simples e rápida, estabelecer um processo para efetivar a migração de suas bases e gerar economia com esse benefício da Microsoft.

SSMA – Ferramenta gratuita da Microsoft que automatiza a migração.

Existem casos documentados de bases que tiveram de 95% a 99% dos dados, estruturas e código migrados de forma automática com o SQL Server Migration Assistant (SSMA), aplicação que executa a análise de um banco de dados Oracle e relaciona:

  1. Lado a lado como cada objeto será migrado para SQL Server (permitindo ajustes, caso necessário).
  2. O percentual de migração automática que será atingido.
  3. Volume estimado de horas para migração dos objetos que não podem ser migrados automaticamente.
  4. Lado a lado os objetos ou sintaxes impedidos de serem migrados e que receberão, diretamente pelo SSMA, os ajustes para automatizar a migração.

Todo esse processo de análise vai sendo retroalimentado. Quando um item que recebeu negativa de migração foi corrigido manualmente, uma nova estimativa pode ser gerada. Ao final do processo, o SSMA migra automaticamente seus dados do banco Oracle para o SQL.

Veja o exemplo de um caso de migração de OLTP de Alta Disponibilidade para .NET utilizando o SSMA em dois cenários distintos:

CENÁRIO 01
Banco Oracle OLTP com front-end em .NET

Cenário detalhado:

– Front-End:

  • Aplicações Web em .NET
  • Camada de aplicação gerando Oracle PLSQL embedded e dinamico, acessado pelo .NET.

– Back-End:

  • Múltiplas versões e bancos de dados Oracle em produção.
  • Necessidade de segurança, alta disponibilidade e desempenho.

Processo de migração:

  1. Identificação das principais bases de dados e sua distribuição conforme:
  2. Hardware existente adequado para bases que permanecerão on-premise.
  3. Identificação das bases que são transferidas para o Azure.
  4. Assessment com o SSMA para verificar a aderência da migração.
  5. SSMA migra 100% das estruturas de dados.
  6. SSMA migra 95% do código PLSQL.
  7. Desenvolvedores implementam os 5% pendentes de migração em Transact SQL.
  8. Apliação .NET é adaptada para o novo acesso.
  9. Testes e QA.
  10. Durante os testes e QA são testadas também as características de alta disponibilidade do SQL Server ‒ on-premise e no Azure.

Na migração do Cenário 1, após a homologação, as bases OLTP Oracle são desativadas e você gera economia no licenciamento correspondente.

CENÁRIO  02
Banco Oracle com DM de Vendas e QlikView* (registrada da QlikView)

Cenário detalhado:

  • SAP em base Oracle, um sistema proprietário e informações de mercado em Excel.
  • Carga dessas 3 origens para uma base Oracle de Stage com o Informatica* (registrada da Informatica).
  • Regras de negócio aplicadas, desenvolvidas em PLSQL, transformando os dados para o modelo dimensional.
  • QlikView como front-end.

Processo de migração:

  1. Recriação do processo de ETL utilizando o SSIS.
  2. Assessment com o SSMA para verificar a aderência da migração.
  3. SSMA migra 100% das estruturas de dados.
  4. SSMA migra 99% do código PLSQL.
  5. Desenvolvedores implementam o 1% pendentes de migração em Transact SQL.
  6. Camada semântica é implementada no SSAS (Sql Server Analysis Services).
  7. Segurança é integrada com o AD no SSAS com restrição por membro de dimensão.
  8. Power BI é selecionado como ferramenta para substituição do QlikView.
  9. Treinamento dos usuários replicadores em Power BI.
  10. Posteriormente o treinamento fica disponível para a empresa em vídeos no Office 365.
  11. Migração dos objetos (consultas e painéis) do QlikView.

Na migração do Cenário 2, além da economia com o licenciamento da base dimensional, o cliente ainda economiza com o licenciamento da ferramenta de ETL (Informatica*) e de self-service BI (QlikView*).

A Microsoft é líder do Gartner no segmento de banco de dados de missão crítica em segurança, performance e preço.

Se você considera migrar para o SQL Server, a Niteo, especialista em BI, coloca-se à sua disposição para mostrar a você e à sua equipe como traçar uma estratégia precisa para o sucesso da migração de plataformas de dados.  Solicite uma apresentação exclusiva!

Leia também em nosso blog:  Motivos para considerar a migração do SQL Server

Veja outros casos de migração para o SQL Server:

Mais recursos em:

Post anterior
Você só precisa de 3 minutos para criar gráficos no Power BI acessando SQL e Excel!
Próximo post
Você só precisa de 2 minutos para modelar seus dados e gerar respostas usando o Power BI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu